sábado, 30 de abril de 2011

GRAMÁTICA RECUPERAÇÃO 9ºANO GEO

ESQUEMA P/ ESTUDO DE RECUPERAÇÃO
 02/05/2011-14h30min

01-Qual a classificação da oração em destaque:
As pessoas da casa não quiseram aproximar-se do cadáver. Coube a cozinheira recolher a gaiola, para que não despertasse saudade e remorso em ninguém.
a)condição
b)causa
c)tempo
d)concessão
e)final


02-Indique corretamente as conjunções nas três orações
I-             Se chover não iremos ao cinema.
II-           Eles chegaram para que todos os vissem felizes.
III-          Caso chover não iremos a praia.
IV-          Como perdeu a prova fará reposição
V-            Quanto mais come engorda.

 condição/final/condição /causa/proporcional 

03-Que expressão substitui: Tornando o poema inferior a energia acumulada ,que o nimba, ao libertar, com um misterioso eco circundante.
a)se se liberta
b)porque se liberta
c)conforme se liberta
d)quando se liberta
e)embora se liberta


04-Fomos à aula embora estivesse cansados. A conjunção exprime uma relação de:
a)causa
b)concessão
c)condição
d)alternância
e)conclusão

05-Em qual das sentenças como equivale a causa?

a)Ele chegou tarde como foi previsto.
b)Come como um boi.
c)Como perdeu o trem chegará atrasado.
d)Como diziam as crônicas: Eles não sabem o que fazem.
e)Nada na vida era como um pato pintado.

06-“A chuva chegou ,portanto não haverá paz nas comunidades. A conjunção em destaque nos dá ideia de:
a)adição
b)tempo
c)conclusão
d)condição
e)causa

  
07-(PUC-SP) – Em: “... ouviam-se amplos bocejos, fortes como o marulhar das ondas...” a partícula como expressa uma idéia de:
 a) causa
b) explicação
c) conclusão
d) proporção
e) comparação

08- Relacione as orações coordenadas por meio de conjunções:

a)    Ouviu-se o som da bateria. Os primeiros foliões surgiram.
ouviu-se o som da bateria e os foliões surgiram
b)    Não durma sem cobertor. A noite está fria.
Não durma sem cobertor porque a noite
c) Quero desculpar-me. Não consigo encontrá-los.
Quero desculpar-me,mas não consigo encontrá-los.


09-(FUVEST – SP) – “Entrando na faculdade, procurarei emprego”, oração sublinhada pode indicar uma idéia de:

a) concessão
b) oposição
c) condição
d) lugar
e) consequência

10-Classifique as conjunções adverbiais.
a)    O homem não é uma ilha para que possa viver isolado.
 final
b)    Como era inteligente, aprendeu em pouco tempo
 causal
c)    A máscara é tão bonita que sinto medo do rosto.
 consecutiva 
d)    Se chorar não me procure.
 condição
11-"Um dia, como lhe dissessem que iam dar o passarinho, caso continuasse a comportar-se mal, correu para a área e abriu a porta da gaiola." As orações em destaque são, respectivamente, subordinadas adverbiais:

a)temporal,concessiva e final
b)causal,condicional,final
c)causa,condicional,conformativa
d)causa,final,temporal

TEXTO 9ºANO GEO RECUPERAÇÃO

ESQUEMA P/ ESTUDO DE RECUPERAÇÃO
 02/05/2011-14h30min
Melhores contos de Machado de Assis

·         Machado de Assis é  consagrou-se como o maior poeta brasileiro do Sec.XIX com romances e contos como um poeta Realista.
·         Características da  escola   literária Machadiana nos contos: veracidade, materialização do amor, contemporaneidade.
·         No conto a Teoria do medalhão é abordado uma sociedade burguesa, medíocre e arrogante que prega o sucesso a qualquer preço, mesmo do empobrecimento da vida inferior e das relações humanas.
·         O conto “Missa do galo” é narrado em 1ª pessoa do singular. o narrador também é personagem. è um conto retrospectivo, pois o sr,. Nogueira já adulto, relata um acontecimento do passado. O enredo se desenvolve quando seu Nogueira tem dezessete anos e mora na casa do escrivão Meneses, para estudar. Naquele ano, prolongou sua estada na Corte (Rio de Janeiro) a fim de assistir à Missa do Galo, apesar das férias já terem iniciado. O escrivão Meneses, mesmo casado dom dona Conceição, uma santa, segundo o narrador, mantinha um caso extraconjugal com uma mulher separada do marido. Na casa todos sabiam, inclusive sua esposa. Uma vez por semana, Meneses encontrava-se com a amante. À noite de Natal foi uma dessas ocasiões. O adultério declarado do marido de Conceição propicia condições para que ela própria deseje também prevaricar. Assim acontece o encontro premeditado por ela, ao que tudo indica, com o jovem Nogueira, enquanto este, em casa, esperava a hora da Missa do Galo. Ele por ingenuidade e inexperiência, não chega a captar exatamente as intenções da pacata mas traída Conceição. Ela, por sua roupa, seus gestos, suas atitudes, seu andar, suas frases ambíguas parece disposta a seduzir o estudante ingênuo. No entanto, nenhum envolvimento explícito acontece com eles. Nogueira conta no final que, no ano seguinte, o escrivão Meneses morre de apoplexia. Quanto à Conceição, casou-se novamente logo depois com o escrevente juramentado do marido.

·         Em cantiga de Esponsais é um conto brilhante, onde Machado de Assis conseguiu utilizar-se de uma fina ironia para discutir um problema entre a técnica e a inspiração . É narrado em 3ª pessoa e conta-nos a história de mestre Romão, músico conhecido no Rio de janeiro, nos idos de 1813. Seu comportamento, normalmente circunspecto e triste, transformava-se ao reger. Diante da orquestra, mestre Romão experimentava intensa alegria e satisfação.


·         No conto O espelho  inicialmente narrado em 3ª pessoa, há o relato teórico que revolve a essência humana através da investigação metafísica, antecipada no subtítulo "esboço de uma nova teoria da alma humana".

Jacobina, personagem central do conto, toma a palavra e em 1ª pessoa revela como descobriu sua verdadeira essência, isto é, como reconheceu sua própria identidade ao vestir uma farda de alferes. Para reforçar a idéia das duas almas, Machado utiliza a imagem de duas metades de uma mesma laranja que constituem, em última instância, as duas almas humanas - a interior e a exterior - e a laranja, como a alma, só estará completa quando as duas metades estiverem física e metafisicamente unidas. O personagem ao olhar-se no espelho sente-se como uma pessoa cheia de virtudes e qualidades
·         Em A senhora ,D. Camila amou tanto na mocidade que atrasou o relógio a fim de ver se podia fixar esses dois minutos de cristal. Nele Machado de Assis conta as dificuldades de uma jovem mulher, dona Camila, de aceitar a velhice, mostrando as artimanhas que faz, de maneira inconsciente, para evitar que a filha case, vendo só defeitos nos pretendentes. Até que, por fim, sem outro remédio, verga-se às imposições da vida, assumindo-se como avó enlevada. Machado de Assis, neste conto põe de manifesto os tormentos de envelhecer para a alma de uma mulher vaidosa, D. Camila. 
A protagonista, D. Camila, é casada e tem uma filha chamada Ernestina, esta apesar de já crescida tem a infância prolongada devido a vaidade de sua mãe que tinha verdadeiro pavor de envelhecer. Como não se pode deter o tempo, o que sucede é o curso natural da vida, onde Ernestina começa a arrumar pretendentes e a mãe muito "zelosa" põe defeito, em muitos, com a desculpa de querer um casamento como o dela. Certo dia D. Camila descobre o primeiro fio de cabelo branco e muito frustrada o arranca; assim outros fios brancos surgem sendo que o terceiro coincide com mais um pretendente da filha. 


Recuperação História 8ºano GEO


Revisão recuperação 02/05
01-(FGV - RJ) No século XVIII a produção do ouro provocou muitas transformações na colônia. Entre elas podemos destacar:

a) A urbanização da Amazônia, o início do ciclo do tabaco, a introdução do trabalho livre com os imigrantes;
b) A introdução do trafico negreiro, a integração do índio, a desarticulação das relações com a Inglaterra;
c) A industrialização de São Paulo, a expansão da criação de ovinos em Minas Gerais;
d) A preservação da população indígena, a decadência da produção algodoeiro, a introdução de operários europeus;
e) O aumento da produção de alimentos, a integração de novas áreas por meio da pecuária e do comércio, a mudança do eixo econômico para o sul.

Resposta :E

02- (UFMS) "A Guerra Guaranítica foi a revolta dos missionários guaranis contra imposições do Tratado de Madri, que os obrigava a abandonar suas terras, moradias, plantações e rebanhos. O acordo de 1750 favorecia as monarquias ibéricas, defendendo seus interesses na região, mas prejudicava gravemente os indígenas."
(QUEVEDO, Júlio. A Guerra Guaranítica. São Paulo: Ática, 1996. p. 29.)Com base no texto, é correto afirmar:
a) os índios reagiram à dominação colonial, porque defendiam exclusivamente o Império Teocrático organizado pela Igreja Católica, que se sobressaía na América, através da Companhia de Jesus.
b) os missionários guaranis estavam desaculturados do "ser" índio devido à tirania jesuíta, portanto defendiam somente os interesses dos padres.
c) a guerra expressou a luta dos missioneiros guaranis que não queriam se transformar numa espécie de "sem terra" do século XVIII, visto que suas terras foram doadas aos soldados espanhóis.
d) a guerra representou um dos raros momentos de reação indígena, organizada contra as imposições da Coroa e dos colonizadores luso-espanhóis.
e) os missioneiros guaranis enfrentaram os exércitos luso-espanhóis, porque estavam organizando uma confederação indígena antiespanhola.
Resposta :D

03- (Fuvest-SP) Quanto ao Tratado de Madri - 1750:
Cite dois fatores que contribuíram para a configuração territorial alcançada pelo Brasil no século XVIII.
Bandeiras e exploração  de drogas do sertão 

04- (UNESP - SP) A partir de 1750, com os Tratados de Limites, fixou-se a área territorial brasileira, com pequenas diferenças em relação à configuração atual. A expansão geográfica havia rompido os limites impostos pelo Tratado de Tordesilhas. No período colonial, os fatores que mais contribuíram para a referida expansão foram:
a) a criação de gado no vale do São Francisco e o desenvolvimento de uma sólida rede urbana.
b) apresamento do indígena e constante procura de riquezas minerais. 
c) cultivo de cana de açúcar e expansão da pecuária no Nordeste.
d) ação dos donatários das capitanias hereditárias e Guerra dos Emboabas.
e) incremento da cultura do algodão e penetração dos jesuítas no Maranhão.

Resposta :B
  
05- (PUC-SP) A “derrama”, operação fiscal da Coroa portuguesa, realizada nas Minas Gerais, no final do
século XVIII, correspondia:
a) às exigências para completar o valor da quota mínima de 100 arrobas de ouro.
b) ao pagamento da taxa correspondente ao número de escravos empregados na lavra.
c) ao recolhimento às Casas de Fundição da 5a parte de todo o ouro extraído.
d) à tentativa da Metrópole de organizar e racionalizar a exploração do ouro.
e) à intenção de atribuir aos mineradores a responsabilidade pelos gastos da Administração da Fazenda Real. 

Resposta :A

 06-O sertanismo (ou bandeirismo) de contrato, tinha por atividade:
a)a exportação de drogas do sertão;
b)a busca de metais preciosos para o governo português;
c) o tráfico negreiro para a Inglaterra;
d) a captura de índios para escravizá-los;
e) combater revoltas de índios e negros e destruir os quilombos.
Resposta :E

07-Foi tratado de limites territoriais entre Portugal e Espanha, em que Alexandre de Gusmão defendeu o princípio do "Uti possidetis, uta possideatis":
a) Santo Ildefonso;
b) Utrecht;
c) Tordesilhas;
d) Madri;
e) Badajós.
Resposta :D

08-Sobre a descoberta do ouro nas Minas Gerais, podemos afirmar EXCETO:
a) ainda no século XVI, foram feitas as primeiras descobertas de ouro no Brasil;
b) foi estabelecido o Regimento das Minas para controlar a exploração do ouro;
c) o ouro atraiu vários tipos de pessoas e de todos os lugares para a região, favorecendo o surgimento de cidades;
d) entre os impostos sobre o ouro, o Quinto era a entrega de 20% do ouro encontrado à Coroa;
e) o comércio não se desenvolveu com a mineração;
Resposta :D

09-(Cesgranrio-RJ) A expansão da colonização portuguesa na América, a partir da segunda metade do século XVIII, foi marcada por um conjunto de medidas, dentre as quais podemos citar:
a) o esforço para ampliar o comércio colonial, suprimindo-se as práticas mercantilistas.
b) a instalação de missões indígenas nas fronteiras sul e oeste, para garantir a posse dos territórios por Portugal.
c) o bandeirismo paulista, que destruiu parte das missões jesuíticas e descobriu as áreas mineradoras do planalto central.
d) a expansão da lavoura da cana para o interior, incentivada pela alta dos preços no mercado internacional.
e) as alianças políticas e a abertura do comércio colonial aos ingleses, para conter o expansionismo espanhol.
Resposta:B

10-"...sairão os missionários com todos os móveis, e efeitos, levando consigo os índios para aldear em outras terras da Espanha; e os referidos índios poderão levar também todos os seus bens móveis e semoventes, e as armas, pólvora e munições ... se entregarão as povoações à Coroa de Portugal, com todas suas casas, igrejas, e edifícios e a propriedade e posse de terreno..." "...como seria possível fazer a mudança de mais de trinta mil índios para outro lado do rio Uruguai sem causar-lhes danos irreparáveis; como transportar sem riscos mais de setecentas mil cabeças de gado?..." (Érico Veríssimo. O CONTINENTE. São Paulo, Círculo do Livro.) O texto refere-se ao
a) Tratado de Santo Ildefonso - com entrega para a Espanha das terras da Colônia do Sacramento e dos Sete Povos.
b) Convênio de El Pardo - que anulava o Tratado de Madri, em função da Guerra Guaranítica e atritos entre as comissões demarcadoras portuguesas e espanholas.
c) Tratado de Badajós - que restaurava, na prática, o que fora disposto no Tratado de Madri.
d) Princípio "Uti Possidetis": missionários e índios deveriam abandonar aquelas terras dado ao fato de as mesmas terem sido colonizadas efetivamente, antes, pelos portugueses.
e) Tratado de Madri - que, no Sul, entregava a Colônia do Sacramento para a Espanha e destinava os Sete Povos para Portugal.
Resposta:E

11)No período compreendido entre os anos de 1624 e 1654, o Brasil-colônia foi alvo de duas tentativas de conquista por parte da Companhia das Índias Ocidentais, importante empresa mercantil dos Países-Baixos (Holanda). Sobre a conjuntura do domínio holandês no Brasil, Assinale V ou F:
(    ) A ocupação holandesa se fez sem resistência de qualquer espécie.
(    ) A invasão foi decidida principalmente em função dos lucros que poderiam ser auferidos pela Companhia das Índias Ocidentais com a exploração do açúcar, então a principal riqueza do Brasil.
(    ) O ataque à colônia era uma tentativa dos Países Baixos de atingir a Espanha, país com a qual travou uma guerra prolongada, uma vez que, com a União Ibérica, o reino de Portugal e todas as suas colônias haviam passado ao domínio do Imperador espanhol Filipe II.
(   ) Com a saída dos holandeses do nordeste brasileiro, a economia açucareira atinge o apogeu no Brasil. (  ) Maurício de Nassau havia desenvolvido política de financiamento e reconstrução de engenhos. Com o fim de seu governo, os latifundiários endividados foram cobrados, crescendo a incompatibilidade entre os interesses dos produtores e o ocupante holandês.

Resposta :F-V-V- F-V


12- "... nas últimas décadas do século XIX (...) o perfil do estado começou a mudar (...), surgiram novas cidades no fértil norte paranaense, e pelo sul chegaram colonos gaúchos em busca de novas terras..." A mudança de perfil a que o texto se refere deveu-se
:a) à cultura açucareira e à extração madeireira.
b) às entradas e bandeiras e à descoberta do ouro.
c) ao aparecimento das ferrovias e à expansão do café.
d) às missões jesuíticas e à decadência da mineração.
e) ao surgimento da indústria e à criação do gado.
Resposta :C


13- Qual destas definições expressa melhor o que foram as Bandeiras?
a) Expedições financiadas pela Coroa que se propunham exclusivamente a descobrir metais e pedras preciosas;
b) Movimento de fundo catequético, liderados pelos jesuítas para a formação de uma nação indígena cristã;
c) Expedições particulares que apresavam os índios e procuravam metais e pedras preciosas;
d) Empresas organizadas com o objetivo de conquistar as áreas litorâneas e ribeirinhas;
e) Incursões de portugueses para atrair tribos indígenas para serem catequizadas pelos jesuítas.
Resposta:C
14- Expedições de bandeirantes organizadas pelo governo português. II - Expedições de bandeirantes organizadas por particulares. As frases acima correspondem, respectivamente:
a) às missões e às reduções;
b) às feitorias e às bandeiras;
c) às entradas e às bandeiras;
d) às feitorias e às entradas;
e) às bandeiras e às missões.
Resposta:C
15- Em finais do século XVI e durante o século XVII, inúmeras expedições percorreram os sertões brasileiros, partindo principalmente da Capitania de São Paulo. Tais expedições ficaram conhecidas como "bandeiras", e seus componentes, "bandeirantes". O objetivo principal das bandeiras era:
a) encontrar um novo caminho para as Índias Orientais.
b) abastecer as regiões mineradoras das Minas Gerais.
c) combater as incursões dos colonos espanhóis na fronteira do Rio Grande do Sul.
d) destruir os quilombos de escravos fugidos das grandes fazendas de café.
e) apresar índios e buscar ouro e pedras preciosas.
Resposta :E

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
joao pessoa, paraiba
Professor de matemática,física e química.Aulas do ensino fundamental ao ensino médio Atendimento de segunda (das 9hs as 21hs) a sábado (das 9hs as até 12horas).

SETTE CURSOS (83)9114-3000/8616-2991/8153-9869