quarta-feira, 13 de abril de 2011

A crise de 1929-O capitalismo em crise


1-A crise econômica global em 1929 foi resultado de uma espetacular sequência  de eventos que terminou com a quebra da bolsa de Nova Yorque. Quais as consequências deste fato? 
I- A retração do comercio mundial.
II- Aumento do desemprego.
III- Falência de inúmeros bancos.
IV- Crise financeira localizada especificamente na Europa.
V- Estatização de empresas do setor industrial.


Assinale a alternativa cuja sequência corresponde as afirmativas verdadeiras :
A) I, II, III.           B) II, III, IV.        C) III, IV, V.            D) I, II, V.          E)I, II, III, IV.

2-Leia atentamente as afirmativas abaixo. Depois assinale qual a seqüência correta em relação a ser Verdadeira ou a ser Falsa
-(   ) A crise econômica de 1929 foi provocada pelo superprodução, diminuição das exportações /importações  e a especulação.
-(   ) O “american way life” nos Estados Unidos foi exportado como modelo ideal de sociedade a ser seguido pelos demais paises.
-(   ) O excesso de oferta acumulou grandes estoques que sem compradores fez os produtos encalharem nas prateleiras.
-(   ) No livro Minha Luta, escrito por Hiltler, está a doutrina do Nazismo caracterizado: nacionalismo, totalitarismo e anti-semitismo.
-(   ) O termino da 1ª Guerra não representou relevância no contexto da crise do capitalismo em 1929.

A) V-V-F-V-F          B) V-F-V-F-V         C) V-V-V-V-F    D) F-F-F-F-F      E) F-V-F-V-F

3-Sobre as semelhanças da crise do capitalismo em1929 e a crise de outubro de 2008 pode-se afirmar que:
a) a primeira reforçou a concepção de que não se poderia deixar a economia ao sabor do mercado e a segunda que uma economia não funciona sem mercado imobiliário.
b) assim com a primeira, também a segunda provocou desemprego e frustração, fez aparecer agitações fascistas e terroristas contando com amplo respaldo da população.
c) a segunda levou o temor da repetição da catástrofe econômica de 1929 por acontecer no centro do sistema financeiro mundial.
d) ambas foram crises periféricas sem grandes repercussões na economia mundial que rapidamente foram controladas.
e) enquanto a primeira fez desaparecer a convicção dos defensores do capitalismo, a segunda reforçou a solução pelo socialismo.  


4- A crise econômica iniciada em 1929, nos Estados Unidos, e que se propagou por vários outros países, desarticulando a economia internacional no seu conjunto, representou a negação dos princípios do liberalismo econômico que se encontravam fortemente enraizados na sociedade norte-americana. Sobre a depressão econômica de 1929 existe uma alternativa que não está correta. Assinale esta alternativa:
a) Crise de super-produção que resultou em oferta de produtos acima da demanda do mercado consumidor.

b) Redução drástica do volume do comércio externo, provocando a queda da exportações  e desordem no mercado internacional.
c) Há manifestação de uma desenfreada ciranda especulativa, superaquecendo as Bolsas de Valores e desviando o capital de seu circuito natural de aplicação.
d) Foi de caráter globalizado , atingindo diretamente ou não vários países e atuando sobre os mais diversos setores da economia.
e) Trata-se de uma crise causada pela escassez generalizada de mercadorias, manifestando-se através da elevação acentuada dos preços, gerando um violento surto inflacionário.  
5-Cite duas medidas adotadas pelo New Deal.
Redução da produção de excedentes e construção de obras públicas para geração de empregos.
6-“A crise atingiu o mundo inteiro. O operário metalúrgico de Pittsburgo, o plantador do café brasileiro, o artesão de Paris e o banqueiro de Londres, todos foram atingidos”.
(Paul Raynaud. La France a sauvé L’Éurope.)
O autor se refere à crise mundial de 1929, iniciada nos Estados Unidos, da qual resultou:
a) O abalo do liberalismo econômico e a tendência para a prática da intervenção do Estado na economia.
b) O aumento do número das sociedades acionárias e da especulação financeira.
c) A expansão do sistema de crédito e do financiamento ao consumidor.
d) A imediata valorização dos preços da produção industrial e fim da acumulação de estoques.
e) O crescimento acelerado das atividades de empresas industriais e comerciais, e o pleno emprego.


7- Leia o texto e responda ao que se pede:
"Eu espero, mas as horas passam devagar. Eu estou na fila da sopa. Atrás de mim e na minha frente existem homens. Centenas de homens. Eu estou imprensado no meio da fila. Eu já estou aqui há duas horas. Já é noite e faltam dois minutos para que eles comecem a servir. O vento sopra nas esquinas e me corta como uma faca. Eu estou aqui há duas horas apenas. Alguns desses caras estão aqui há quatro. Do outro lado da rua as pessoas ficam olhando pra nós. Nós somos um bom show para elas. Uma fila da sopa que se estende por dois quarteirões é algo que se deve ver."
 (Kromer, Tom. "Waiting for Nothing". In Salzman, Jack. "Years of Protest: A Collection of American Writings of the 1930's". New York: The Bobbs-Merrill Company, Inc. Publishers, 1970, p. 45.)
a) O texto anterior foi escrito em uma conjuntura marcada pela chamada "Crise de 29", relacionada à "quebra" da bolsa de valores de Nova York. De que forma é possível relacionar a situação, descrita no texto, com a crise de 29?
R:O texto trata  do desemprego em massa que foi causado pela falência de empresas
b) A partir de 1933, implantou-se nos Estados Unidos o "New Deal", que trouxe uma modificação importante na relação entre o Estado e a Sociedade. Identifique a mudança que coloca em questão um princípio básico do liberalismo clássico.
R: A intervenção do Estado na economia.

8- (UFRJ 2005) "Tomei consciência pela primeira vez do problema do desemprego em 1928 [...] Lembro-me do choque, do espanto que senti quando pela primeira vez me misturei com vagabundos e mendigos, ao descobrir que uma boa parte, talvez uma quarta parte dessa gente [...] eram mineiros e colhedores de algodão, jovens e honestos, contemplando seu destino com aquele assombro estúpido de uma animal que caiu numa armadilha. Simplesmente não conseguiam entender que acontecia com eles.Tinham sido criados para trabalhar, e - vejam! - era como se nunca mais fossem ter a oportunidade de voltar ao trabalho. Nessas circunstâncias, era inevitável, no início, que fossem perseguidos por um sentimento de degradação pessoal. Tal era a atitude para com o desemprego naquele tempo: era um desastre que acontecia a você como indivíduo e a culpa era sempre sua."
Fonte: Orwell, George. "O Caminho para Wigan Pier", in: "História do século XX". São Paulo, Abril Cultural, 1974, vol. 6, p. 1351.

O relato do escritor George Orwell nos dá conta do ambiente de crise em que viveu a sociedade norte-americana no final da década de 20, especialmente a partir de 1929.

a) Comente um problema que a economia norte-americana enfrentou ao longo da década de 1920 e que colaborou para a crise de 1929.

R: A recuperação da economia européia no pós-guerra diminuiu a compra de bens industriais norte-americanos, o que reduzia a capacidade de exportação dos EUA; os lucros foram reduzidos, o que levou os empresários a especular com as ações de suas empresas, provocando a desconfiança dos investidores.

b) Identifique duas medidas do New Deal, programa adotado pelo governo Roosevelt, que procuravam atenuar os efeitos da crise para os trabalhadores.

R: Construção de obras públicas, gerando emprego; redução da jornada de trabalho; controle da produção visando a manutenção dos preços dos produtos básicos; fixação de um salário mínimo; ampliação do sistema de previdência social.


9- Após a Primeira Guerra Mundial, a febre de negócios baseada na especulação provocou a Crise de 1929. Identifique, nas alternativas a seguir, os principais fatos que a produziram.
a) Aparecimento de ideologias como o Fascismo e o Nazismo.
b) Superprodução de mercadorias e saturação dos mercados consumidores.
c) Retraimento do crédito e proibição das exportações.
d) Equilíbrio entre a agricultura e o comércio.
e) Má colheita e demanda ilimitada da indústria.

10- Em seu discurso de posse na presidência dos Estados Unidos, Roosevelt, em 1933, acusava a profunda crise econômica e social: "... grande quantidade de cidadãos desempregados vê surgir à sua frente o problema sinistro de existência, e um número igualmente grande labuta com escassa remuneração." Ao mesmo tempo, Roosevelt propunha: "Esta nação exige ação, e ação imediata." (Franklin Delano Roosevelt, DOCUMENTOS HISTÓRICOS DOS ESTADOS UNIDOS). Esta ação deu-se através de uma nova política econômica, o NEW DEAL. Apresente duas características desta política.
Resposta:
Controle pelo governo, de todos os preços;
Controle da produção agrícola, de petróleo e do carvão

11- Socialmente, os governos democratas de John F. Kennedy (1960-63) e Lyndon B. Johnson (1963-68) tentaram consolidar um "New Deal suavizado". Ao mesmo tempo, os dois presidentes comprometeram o país com uma guerra sangrenta no Vietnã.
(Adaptado de Sean Purdy, "O século Americano". In: Leandro Karnal, Sean Purdy, Luiz Estevam Fernandes e Marcus Vinicius de Morais (orgs.). História dos Estados Unidos. Das origens ao século XXI. São Paulo: Contexto, 2007, p. 235.)
a) O que foi o New Deal na década de 1930?
b) Identifique as bandeiras políticas dos movimentos sociais nos Estados Unidos desse período.

Resolução
a) O New Deal foi a política econômica colocada em prática pelo Presidente Franklin D. Roosevelt para superar a Crise de 29. Caracterizava-se pela forte atuação do Estado na economia e pelas medidas intervencionistas visando à superação de problemas como o desemprego e a superprodução.
b) Duas bandeiras políticas do período são os direitos civis das minorias (principalmente dos afro-americanos) e o feminismo. Podemos ainda citar o pacifismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
joao pessoa, paraiba
Professor de matemática,física e química.Aulas do ensino fundamental ao ensino médio Atendimento de segunda (das 9hs as 21hs) a sábado (das 9hs as até 12horas).

SETTE CURSOS (83)9114-3000/8616-2991/8153-9869