quarta-feira, 23 de março de 2011

ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS


Existem nove tipos de orações subordinadas adverbiais. Esse tipo de oração age na frase como um advérbio, modificando o sentido de outras orações e ocupando a função de um adjunto adverbial.
As orações adverbiais são sempre iniciadas por uma conjunção subordinativa.
São elas:
Causal: designam a causa, o motivo.
Exemplo:
- Ela cantou porque ouviu sua banda favorita.
Comparativa: estabelece uma comparação com a oração principal.
Exemplo:
- Ela andava leve como uma borboleta.
Concessiva: se opõe às idéias expressas pela oração principal.
Exemplo:
- Embora a prova estivesse fácil, demorei bastante para terminar.
Condicional: expressa uma condição para que aconteça aquilo que a oração principal diz.
Exemplo:
- Caso você não estude, ficará muito ansioso para a prova.
Conformativa: expressam conformidade ou algum tipo de acordo com a oração principal.
Exemplo:
- Como eu havia te falado, a prova não estava fácil.
Consecutiva: é a conseqüência da oração principal.
Exemplo:
- Comecei o dia tão mal que não consegui me concentrar no trabalho.
Final: indica finalidade, propósito para que acontece a oração principal
Exemplo:
- Não vou fechar os portões da biblioteca, para que você possa fazer sua pesquisa.
Proporcional: indica proporção.
Exemplo:
- Quanto mais você fumar, mais grave ficará sua doença.
Temporal: localiza a oração principal em um determinado tempo.
Exemplo:
- Quando você voltar nós conversaremos com calma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
joao pessoa, paraiba
Professor de matemática,física e química.Aulas do ensino fundamental ao ensino médio Atendimento de segunda (das 9hs as 21hs) a sábado (das 9hs as até 12horas).

SETTE CURSOS (83)9114-3000/8616-2991/8153-9869